sábado, 31 de agosto de 2013

Baú de memórias 5


Hoje é o meu 1º dia de aulas e do meu irmão,
infelizmente a escola onde eu andei já não existe,
eram as meninas de um lado e os meninos do outro,
eu não estava habituada, foi um dia muito duro
e talvez um dos piores...
paro na rua, para ir para casa, oiço vozes que dizem,
"Vai lá para a terra dos pretos,
esta não é a tua terra, como é que tu és branca,
se nasceste com os pretos, ou então és filha de pretos,
vai para a tua terra" - diziam eles,
como vocês podem imaginar,era palavras muito duras,
para uma criança, eu era muito branquinha,
com o cabelo cor do sol, quando falavam comigo,
ficava toda vermelha, parecia um tomate,
era muito tímida e ao mesmo tempo muito selvagem,
diziam sempre: "Vai para a tua terra esta terra não é tua",
afinal Angola, era uma colônia portuguesa,
eram tão ignorantes, que nem isso sabiam,
eu era portuguesa, e sou portuguesa.!
Amo a liberdade e a natureza, isso é ser selvagem.!

Isabel Morais Ribeiro Fonseca