quinta-feira, 19 de setembro de 2013

VELHO PASTOR

 VELHO PASTOR

Canta o velho pastor
Viajante, solitário
Que sente o silencioso vento da serra
Nos vales e prados dos montes
Nos ramos das giestas, estevas
Das passagens
Trilhos ou caminhos
Deste sol do fim do verão
Perfumado, triste
Como os dias passados na serra com a cria.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca