quarta-feira, 2 de outubro de 2013

"LIBERDADE DE AMAR"

 "LIBERDADE DE AMAR"

Desejo de um dia chuvoso
O meu desejo é amar a liberdade
Nesta noite deste mundo vazio
Da incerteza do amanhã
Cada vez mais fortemente
Chuva derrama as suas lágrimas

Lavando tudo aquilo que já foi esquecido
Estranha sensação que percorre o corpo
Corrói a mente, corrói a alma
Atormentando os pensamentos mais profundos
Embora o desejo insano domine a mente

Ainda que reste um pouco de lucidez
Os segundos são como a morte
Quando se transformam em horas vazias
A espera e a paciência são virtudes
Que o homem mortal ainda não conseguiu.
E tenho duvidas que algum dia consiga alcançar.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca