segunda-feira, 7 de outubro de 2013

"É TRISTE ENVELHECER"

" É TRISTE ENVELHECER"

É triste envelhecer
Não tenho medo da morte, claro que fujo dela
Tenho medo ficar sozinha numa cama, de um hospital, de um lar
À espera de um carinho, de uma pessoa estranha
Dos olhares de dor, solidão
Já olharam para dentro dos olhos, de um idoso?
Então olhem porque tem dor, dor, dor,
Solidão, escuridão, quando passar por um velhinho
Mesmo que não o conheça, dê-lhe um abraço
Ele pensará que és maluco, mas verás os olhos dele a brilhar
A dor terá desaparecido, é duro ver os outros a sofrer
É o que eu encontro e sinto no meu trabalho
Estas pessoas que um dia já foram amadas e felizes
Hoje vivem na escuridão, no abandono, por os familiares e parentes
Ficam à espera de carinho e compreensão,
De uma palavra amiga, de alguém que as oiçam
Hoje só resta um carinho de todos os que trabalham.
Com estas pessoas, doentes da idade
Alegres e felizes com falta de amor
Que só sentem o abandono de quem amaram
E já os esqueceram, não sabem se estão vivos ou mortos
Abandonados à sua sorte nesta imensa solidão
De ser velho seja na cidade, vila ou aldeia, é triste ser-se velho.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca.