quinta-feira, 10 de outubro de 2013

"CHEIRO DOCE"

 "CHEIRO DOCE"

Numa noite de chuva sinto
O cheiro doce da tua boca
Nascente pura
Do teu beijo molhado
Da chuva que molha as camélias
Flores de todas as cores, lindas e belas
Desse teu corpo que brota o aroma deste suave perfume
Romance com sensações dos desejos eriçados da pele
Dos teus lábios macios e molhado
A tua presença que de mim não sai
Visão que causa arrepio,  prazer e dor
Recheado de ais, de suor
Meu amor, que esta noite não passe depressa.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca