segunda-feira, 17 de março de 2014

SOMBRAS NEGRAS

 SOMBRAS NEGRAS

Olho a noite.....a minha noite
Tantas noites, perdidas em devaneio
Quero voltar a encontrar-me
Mas...só o eco da minha tristeza sai.
Olho desesperadamente, dentro de mim.
Quero fugir...deste mesmo lugar..
Sempre a vaguear....noites...longínquas...perdidas
Ajuda-me... quero voltar a sonhar
Sonhar com o amor, queria tanto voltar a amar.
Noite...minha noite....luzes cintilantes, brilham em ti
Sombras negras, também as há ...luz...trevas
Sonho com os teus olhos acariciando o meu corpo
Beijando os meus lábios....com desejo e ternura
Perdida em lágrimas de uma saudade profunda
Olho a noite....minha noite perdida no meu peito.

Isabel Morais Ribeiro Fonseca