sexta-feira, 27 de março de 2015

CHEGOU A PRIMAVERA

CHEGOU A PRIMAVERA

Ele tinha surgido do nada com a chegada da primavera
Ela sentia-se nas nuvens, achava-se a mulher mais feliz do mundo.
O seu coração já tinha sofrido muito
de um amor que a tinha deixado aos pedaços
a sua alma estava fria, o seu corpo gelado.
Coração magoado voltava sempre para a sua cama fria.
Ela não queria recordar esses momentos que já eram passado.
Só queria pensar agora no hoje, com este novo amor.
                                                                                   

Era importante entregar-se a esta nova paixão.
Ele acaricia o seu peito, envolvendo-a no seu leito
Tirava-lhe o sono, salgava a sua pele, marcava com o desejo.
Do olhar mais carinhoso e do abraço mais apaixonado.
Ensinou-a que é bom amar e das suas palavras saíram flores
Como era e é difícil ler o seu silêncio
Ele tinha chegado e entrado na sua vida com a primavera
Fizeram da vida uma opção silenciosa.
Onde o silêncio também é e pode ser sempre uma festa.
 
Isabel Morais Ribeiro Fonseca