terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

VINHO À TARDINHA

“VINHO À TARDINHA

Prova-me, quero sentir
O teu sabor , o teu gosto
Estar contigo é degustar
Um bom vinho à tardinha
Descobrindo-te por inteiro
Saboreando-te no eterno
Tempo que dura esta tarde
Provando-te a todo o momento
Este divino néctar dos deuses
Do sabor eterno da tua boca
Na minha, dos nossos beijos
Quentes que cospem o fogo
Que nos consomem por inteiro
Enquanto as tuas mãos deslizam
No meu corpo sedento de sede
Das nossas carícias enlouquecedoras
Tu és o dono da minha vontade
Que cresce, amadurece a cada dia
Deste amor que temos um pelo outro
Prova-me, degusta-me, sente-me
Ama-me como um bom vinho à tardinha.”

☆*´(  ☆*🍃🌺🍃
Isabel Morais Ribeiro Fonseca
(¯`🌺´¯)
¸¸`•.¸.•´ ⁀⋱‿✫ 🍃